A diversidade vence

Muitas empresas reconheceram há muito tempo as vantagens da diversidade e, por isso, fomentam a diversidade de maneira objetiva. Três exemplos.

As equipes diversificadas são tidas como mais bem sucedidas.
As equipes diversificadas são tidas como mais bem sucedidas. picture alliance / PhotoAlto

A diversidade traz mais sucesso às empresas: este é o resultado de um estudo internacional realizado pela consultoria empresarial McKinsey em 2020, que também levou em conta todas as empresas do DAX, o índice alemão da bolsa de valores, e numerosas pequenas e médias empresas alemãs. Três exemplos de como as empresas na Alemanha moldam a diversidade.

Possibilitando a mudança de perspectiva: Versicherungskammer

Iniciantes de carreira com conhecimentos da mídia social e novas ideias encontram colegas experientes com visão e maneira soberana de agir – ambos os lados se beneficiam disso. Esta é a ideia básica por trás dos tandems de geração do grupo Versicherungskammer, uma associação de 13 companhias de seguros. Além disso, existe uma espécie de “monitoria reversa”, na qual os jovens em treinamento oferecem novas ideias aos executivos das empresas.

Fortalecer as redes: Adidas

Diferentes pontos fortes, interesses e experiências geram progresso a uma empresa. Por isso, a Adidas visa fomentar a diversidade de forma objetiva e fortalece as iniciativas dos funcionários, como a rede “North American People of Color” ou a “Women Networking Group”, que apoia as mulheres jovens em seu desenvolvimento profissional. Além disso, há cursos de treinamento sobre gênero, diversidade e inclusão, nos quais os funcionários são sensibilizados para estes tópicos.

Contratação sem preconceitos: Deutsche Bahn

Todos têm preconceitos inconscientes. Obter clareza sobre isso ajuda, pois os preconceitos podem influenciar negativamente tanto o próprio trabalho quanto as oportunidades de desenvolvimento dos outros. Isto é particularmente importante na área de recursos humanos, onde os procedimentos de candidatura a vagas e a seleção devem ser o mais livres possível de “preconceitos inconscientes”. Por esta razão, a Deutsche Bahn desenvolveu seminários especiais sobre este tema para seus especialistas e gerentes de recursos humanos. Os seminários enfocam, por exemplo, os processos que ocorrem no cérebro ao avaliar as pessoas, a importância da dinâmica de grupo e exemplos de situações concretas.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: