Estes são seus pratos prediletos

Pasteis Maultaschen no espaço sideral, o macarrão caseiro Spätzle, protegido pela UE. Dizemos a vocês, o que vocês ainda não sabiam sobre os seus pratos alemães prediletos.

Estes são os seus vencedores culinários.
Estes são os seus vencedores culinários. YesPhotographers - stock.adobe.com

Perguntamos à nossa comunidade internacional: “Qual é o seu prato predileto na Alemanha?”. Apresentamos a vocês, aqui, as respostas mais frequentes, com explanações e causas.

 

First

 

Rouladen: prato clássico da vovó

Domingo, 12H30, em algum lugar da Alemanha. A vovó cozinhou um prato clássico alemão, Rinderrouladen. É carne de vaca enrolada, cozida em um molho escuro bem temperado. Toda vovó na Alemanha tem a sua própria receita, mas os ingredientes que nunca faltam são mostarda e cebolas. Mas a cozinha alemã é sempre suculenta e bem temperada? Ela sempre tem carne? Não! Antigamente se faziam refeições complicadas de carne, como Sauerbraten (assado marinado em vinagre), Rouladen (bife recheado), Eisbein (joelho de porco) e Haxe (pernil), no máximo uma vez por semana, sobretudo nos domingos. No resto da semana havia pratos mais simples e frequentemente sem carne, pois muitas pessoas não podiam se dar o luxo de gastar muito. 

Curiosidade: hoje em dia, cerca de 8 milhões de pessoas na Alemanha prescindem completamente de comer carne.

Second

 

Maultaschen: os bolinhos alemães

Por um pouquinho de tempo temos que esquecer tudo o que acabamos de dizer sobre a Alemanha sem carne, pois vamos falar da origem dos pastéis Maultaschen. A teoria mais popular remonta ao século XVII. Segundo a lenda, um monge do mosteiro Maulbronn recebeu de presente um grande pedaço de carne depois dos dias de jejum da  Páscoa. Para comer às escondidas, ele cortou a carne em pedacinhos, misturou com verduras e escondeu tudo dentro de uma massa em forma de pastel. Hoje, os Maultaschen são saboreados em toda a Alemanha e em muitos outros países do mundo.

Curiosidade: os Maultaschen já chegaram até mesmo ao espaço, quando foram servidos em 2018 ao astronauta alemão Alexander Gerst na nave espacial ISS.

Maultaschen
Bernd Jürgens - stock.adobe.com
Third

 

Spätzle (de queijo): por favor, não o chamem de Mac & Cheese!

Fazer Spätzle é fácil: farinha, água e sal, nada mais! Comparando-se com o macarrão italiano, a massa do Spätzle é mais húmida e mais macia e, por isso, não pode ser desenrolada, mas apertada, raspada ou cortada e, então, colocada diretamente na água. Em seguida, esses Spätzle cozidos são levemente fritos em manteiga, assados com cobertura de  queijo e servidos como mistura.

Diz-se que os Spätzle foram antigamente modelados à mão em pedacinhos de massa. O resultado parecia muito com um “Spatz” (pardal) e, por isso, eles também foram chamados de “Spatzen”. Uma outra teoria diz que a palavra “Spätzle” vem da palavra italiana “spezzato”, que significa “pedacinhos”.

A Comissão Europeia inseriu, em 2012, os tipos de macarrão “Schwäbische Spätzle” e “Knöpfle” na sua lista de produtos protegidos, válida em toda a UE. Tendo o selo “Indicações Geográficas Protegidas”, os verdadeiros Spätzle só podem ser feitos na Suábia.

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here:

Icons made by Freepik from www.flaticon.com are licensed by CC 3.0 BY