Dez fatos sobre alimentação sustentável

Seja regional, orgânico, vegetariano ou vegano: aqui lhes mostramos que pratos sustentáveis fazem parte da mesa alemã. 

Nas suas compras, as pessoas na Alemanha dão preferência a produtos regionais.
Nas suas compras, as pessoas na Alemanha dão preferência a produtos regionais. Zoran Zeremski - stock.adobe.com

1) O cultivo regional de alimentos é importante para 82% dos alemães. Isto vale especialmente para os ovos (86%), frutas e legumes (86%). Mas os consumidores na Alemanha também preferem produtos regionais quando se trata de pão e outros produtos da panificação (83%), carne e salsichas (78%) e laticínios (71%).

2) 87% dos alemães acreditam que o consumo de produtos regionais pode ajudar a alimentar melhor uma população mundial em crescimento.

3) 46% dos jovens de 14 a 29 anos também acreditam que a carne produzida em laboratório poderia ser uma boa solução para fornecer alimentos para a população mundial.

What Germans like to eat.

4) 73% das pessoas na Alemanha consideram importante o bem-estar animal. É por isso que 86% apoiam a introdução do selo estadual de bem-estar animal, planejado pelo governo alemão.

5) A indicação se um produto provém de criação orientada pelo bem-estar animal é ainda mais importante do que a etiqueta com o prazo de validade dos alimentos.

6) O número de vegetarianos dobrou de 2020 (5%) para 2021 (10%).

7) Já o consumo de carne e de produtos de charcutaria diminuiu. Em 2015, a carne ainda acabava nos pratos de 34% das pessoas na Alemanha todos os dias; em 2021, este é o caso de apenas 26%. Mais homens (33%) do que mulheres (18%) são consumidores diários de carne.

8) O consumo de substitutivos à base de plantas é popular na Alemanha. Em particular os mais jovens (19 a 29 anos), recorrem frequentemente a alternativas vegetarianas ou veganas para leite e carne (47%). 17% consomem tais produtos até mesmo várias vezes ao dia.

9) Quanto maior é a cidade, tanto maior é a proporção de pessoas que consomem regularmente produtos substitutivos de carne e leite. Em povoados com menos de 5.000 habitantes, a parcela é de 20%; em cidades com mais de 500.000 habitantes é de 46%.

10) A proteção do clima desempenha um papel importante na escolha de produtos alternativos. As pessoas que compram substitutivos de carne ou leite o fazem principalmente por curiosidade (71%), seguidas pelo interesse no bem-estar animal (59%) e por razões de proteção do clima (54%).

*Fonte: Relatório de Nutrição 2021

© www.deutschland.de

You would like to receive regular information about Germany? Subscribe here: